Economia Negociador da UE diz que "divergências fundamentais" no comércio persistem com Reino Unido

Negociador da UE diz que "divergências fundamentais" no comércio persistem com Reino Unido

REINOUNIDO-BREXIT-COMERCIO:Negociador da UE diz que "divergências fundamentais" no comércio persistem com Reino Unido

Reuters - Economia

Por Gabriela Baczynska

BRUXELAS (Reuters) - O negociador da União Europeia para o Brexit disse nesta segunda-feira que grandes diferenças persistem nas tratativas comerciais com o Reino Unido, mas que os dois lados se empenham por um acordo.

"O tempo é curto. Divergências fundamentais ainda persistem, mas continuamos a trabalhar duro por um acordo", disse Michel Barnier.

Os negociadores comerciais retomaram as conversas sobre a forma que o novo relacionamento entre a UE e o Reino Unido tomará depois que o acordo de transição pós-Brexit expirar no dia 31 de dezembro.

Como nas últimas semanas, o foco continua essencialmente na divisão das cotas de pesca e na garantia de uma concorrência justa para as empresas, o que inclui a regulamentação da ajuda estatal.

As conversas presenciais, suspensas na semana passada depois que um membro da delegação da UE foi diagnosticado com coronavírus, serão retomadas em Londres "quando for seguro fazê-lo", disse uma fonte que acompanha o Brexit sob condição de anonimato.

Outra fonte, esta uma autoridade do bloco, acrescentou: "As diferenças sobre condições iguais e pesca continuam grandes".

No final de semana, o jornal britânico Sun noticiou que os negociadores estão analisando uma cláusula que permitiria uma renegociação de quaisquer arranjos de pesca novos dentro de vários anos.

Um diplomata da UE, uma terceira fonte que também pediu anonimato, confirmou que tal ideia está em debate, mas acrescentou que o bloco insistiu em atrelá-la ao acordo comercial como um todo – o que significa que os direitos de pesca só poderiam ser renegociados com as outras regras comerciais.

Últimas