Economia Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem para mínima em quase 18 meses

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem para mínima em quase 18 meses

MACRO-EUA-PEDIDOS-AUXILIO:Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem para mínima em quase 18 meses

Reuters - Economia

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada para uma mínima em quase 18 meses, oferecendo mais evidências de que o crescimento do emprego está sendo prejudicado pela escassez de mão de obra e não pela menor demanda por trabalhadores.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 35 mil, para um número com ajuste sazonal de 310 mil na semana encerrada em 4 de setembro, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Esse foi o patamar mais baixo desde meados de março de 2020, quando os serviços não essenciais tiveram de ser fechados para conter a primeira onda de casos de Covid-19. Economistas consultados pela Reuters previam 335 mil novos pedidos para a última semana.

As solicitações caíram de um recorde de 6,149 milhões no início de abril de 2020, mas permanecem acima da faixa de 200 mil a 250 mil considerada condizente com um mercado de trabalho saudável.

(Por Lucia Mutikani)

Últimas