Economia Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA têm alta inesperada

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA têm alta inesperada

MACRO-AUXILIO-DESEMPREGO-EUA:Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA têm alta inesperada

Reuters - Economia

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego aumentou inesperadamente na semana passada, indicação de que a recuperação do mercado de trabalho após a pandemia de Covid-19 continua instável.

As empresas reabriram rapidamente, impulsionadas por uma flexibilização das restrições, agora que mais de 155 milhões de norte-americanos estão totalmente vacinados contra o coronavírus. Ainda assim, a recuperação do mercado de trabalho não tem sido nada estável, apesar dos recentes ganhos no emprego.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego aumentaram em 2 mil para um número com ajuste sazonal de 373 mil na semana encerrada em 3 de julho, informou o Departamento do Trabalho

Economistas consultados pela Reuters previam 350 mil novos pedidos para a última semana.

(Por Lindsay Dunsmuir)

Últimas