Finanças Pessoais
Economia Perda de emprego e redução de renda são causas da inadimplência

Perda de emprego e redução de renda são causas da inadimplência

Pesquisa do SPC Brasil e da CNDL mostra que 46% dos entrevistados sabem pouco ou nada sobre o valor de suas contas básicas

Inadimplência

Pesquisa ouviu 600 consumidores

Pesquisa ouviu 600 consumidores

Willian Moreira/Futura Press/Folhapress - 01.07.2019

A perda de emprego (30%) e a redução de renda (29%) são os principais motivos da inadimplência do país, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (3) pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). 

Além disso, outros motivos apresentados foram o empréstimo do nome para terceiros (14%) e falta de controle financeiro (13%).

Segundo a pesquisa, das pessoas que se endividaram por descontrole, 36% disseram que compraram porque se fossem esperar sobrar dinheiro, demorariam para conseguir.

Outros 33% quiseram aproveitar as promoções oferecidas pelas lojas, levando-os a contrair gastos extras sem avaliar o orçamento.

Já 14% reconhecem não ter negociado bem os preços no momento da compra, enquanto 11% disseram estar tristes e, por essa razão, compraram mais do que o necessário para se sentir melhor.

Desconhecimento

A pesquisa mostra que 46% dos entrevistados sabem pouco ou nada sobre o valor de suas contas básicas e 53% admitem ter pouco conhecimento em relação à própria renda do mês.

Mais da metade (52%) desconhece o número total de parcelas das compras realizadas por meio do crédito.

Metodologia da pesquisa

A pesquisa ouviu 600 consumidores com contas em atraso há mais de três meses acima de 18 anos, de ambos os gêneros, de todas as classes sociais e que residem nas 27 capitais do país. A margem de erro é de no máximo 3,4 pontos a um intervalo de confiança de 95%.