Petrobras prevê novo modelo de contratação de plataformas para reduzir custos

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras planeja concluir no primeiro semestre de 2020 um projeto de referência para a contratação de futuras plataformas, em busca de reduzir custos, prazos e elevar a qualidade dos projetos, afirmou nesta terça-feira o diretor-executivo de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia, Rudimar Lorenzatto.

A principal mudança em relação ao anterior será uma redução da gestão das interfaces entre os atores que constroem os FPSOs, disse o executivo. A ideia é que "haja apenas um integrador que se responsabilize pelo escopo, e pelo resultado da qualidade, custo e do prazo".

"Antigamente a gente contratava uma empresa para fazer o casco, outra módulos, outra integração. A ideia agora é uma empresa fazendo isso e a gente fiscalizando essa empresa. Com isso a gente acredita que vai ter melhor resultado de qualidade, custo e prazo", afirmou.

O novo modelo, explicou o executivo, vai levar em consideração lições aprendidas nos últimos anos, ligadas às áreas técnicas, de modelos de negócios e de contratações com a indústria fornecedora.