Bolsa Família

Economia Prazo para contestar negativa do auxílio termina nesta quinta (22)

Prazo para contestar negativa do auxílio termina nesta quinta (22)

Quem teve benefício negado na lista divulgada em 10 de abril pode entrar com recurso no site do Ministério da Cidadania

Nesta quinta-feira, 2,44 milhões de famílias recebem o benefício

Nesta quinta-feira, 2,44 milhões de famílias recebem o benefício

Divulgação/Ministério da Cidadania

Quem teve o auxílio emergencial negado na lista divulgada em 10 de abril tem até esta quinta-feira (22) para fazer a contestação no site do Ministério da Cidadania. O valor médio do benefício é de R$ 250.

Na ocasião, 236 mil famílias foram consideradas elegíveis ao programa. De acordo com a pasta, elas "tiveram os cadastros reavaliados, ou seja, reprocessados considerando as informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais, conforme determina a legislação que disciplina o pagamento do benefício".

Caso a pessoa entenda que cumpre critérios de elegibilidade, ela deve clicar na opção que aparece no Portal de Consultas da Dataprev e enviar o pedido. Para isso, é necessário acessar a plataforma digital no endereço www.cidadania.gov.br/auxilio e clicar sobre o botão "Contestar".

Como o governo federal ainda trabalha no processamento de informações de cidadãos elegíveis ao auxílio emergencial 2021, para cada lote de processamento anunciado, o cidadão terá dez dias para contestar. No caso da lista mais recente, o prazo para o recurso começou a contar em 13 de abril e termina hoje. 

Do total de 236 mil pessoas dessa lista, os nascidos entre janeiro e maio receberam a primeira das quatro parcelas no dia 15 de abril. Os que fazem aniversário depois de maio entraram no calendário normal de repasses, ou seja, quem nasceu em junho e julho também já teve a grana disponibilizada.

Agosto

Já aqueles que aniversariam em agosto recebem a verba nesta quinta (22). No total, serão 2,44 milhões de beneficiados com transferências de recursos federais que somam R$ 506,33 milhões, conforme o Ministério da Cidadania. O saque em dinheiro para esse grupo só poderá ser realizado a partir do dia 11 de maio.

Até a liberação da retirada dos recursos em espécie, a grana pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. No sistema, os beneficiários conseguem pagar boletos, comprar pela internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais.

Vale ressaltar que também acontece nesta quinta-feira o depósito da primeira parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do programa Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 4.

O calendário dos novos pagamentos do auxílio emergencial é dividido em quatro ciclos, de créditos e saques. Os débitos da primeira parcela seguem até 29 de abril, quando o benefício será disponibilizado para os nascidos em dezembro.

A nova rodada terá quatro parcelas, de abril a julho, com valor médio de R$ 250. Mulheres chefes de família receberão R$ 375 e pessoas que vivem sozinhas, R$ 150. O total de beneficiados atingirá 45,6 milhões.

Últimas