Economia Preço do aluguel mantém trajetória de queda em São Paulo

Preço do aluguel mantém trajetória de queda em São Paulo

Valor das locações residenciais na capital paulista acumula redução de 0,8% nos últimos 12 meses, aponta Secovi-SP

  • Economia | Do R7

Preço dos aluguéis varia menos do que o IGP-M

Preço dos aluguéis varia menos do que o IGP-M

Rovena Rosa/Agência Brasil

O valor dos novos contratos de aluguel firmados na cidade de São Paulo (SP) apresenta variação negativa de 0,8% no período acumulado de novembro de 2020 a outubro de 2021. Esse percentual permanece bem abaixo do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), medido pela FGV (Fundação Getulio Vargas), que foi de 21,73% no mesmo período.

Apesar da variação negativa no período, em outubro os valores subiram 0,1%. Os imóveis de dois dormitórios foram os que registraram maior acréscimo: 0,15%, seguidos dos de três quartos, que subiram 0,1%. Já os aluguéis dos imóveis de um quarto mantiveram a estabilidade.

Adriano Sartori, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, observa que, após a alta do IGP-M durante a pandemia, o índice começa a registrar sucessivas quedas e o valor médio do aluguel em São Paulo se mantém estável. “Aos poucos, o descolamento entre o IGP-M e o valor do aluguel novo está diminuindo, o que é bom para o mercado de locação como um todo”, avalia ele.

Na capital paulista, em outubro, os valores médios dos aluguéis de imóveis de dois dormitórios subiram 0,55%, seguidos dos imóveis de três quartos, que tiveram variação de 0,1%, e os de um quarto mantiveram a estabilidade.

Os bairros Jardins, Moema e Vila Mariana possuem os maiores valores médios de locação por metro quadrado de área útil construída, de R$ 35,08 para imóveis de dois dormitórios em bom estado. Já aqueles em estado regular saem por R$ 31,78 por metro quadrado. Assim, um imóvel com área em torno de 70 metros quadrados na região tem aluguel entre R$ 2.224,60 e R$ 2.455,60.

Um imóvel de três quartos na zona norte em bom estado tem aluguel médio por metro quadrado de R$ 25,20, enquanto imóveis com conservação regular têm aluguel médio de R$ 22,51 o metro quadrado. Uma unidade de 90 metros quadrados nessa região tem aluguel entre R$ 2.025,90 e R$ 2.268,00.

Garantia

Em outubro, o fiador permanece como o tipo de garantia mais frequente entre os inquilinos, respondendo por 45% dos contratos de locação realizados. O depósito de três meses de aluguel foi a segunda modalidade mais usada (aproximadamente 39,5%), seguido do seguro-fiança (15,5%).

O IVL (Índice de Velocidade de Locação), que avalia o número de dias que se espera até que se assine o contrato de aluguel, indicou que o período de ocupação foi de 30 a 79 dias. Os imóveis alugados mais rapidamente foram as casas e os sobrados: 30 a 56 dias. Os apartamentos tiveram um ritmo de escoamento mais lento, entre 31 e 79 dias.

Últimas