Economia Preço do litro de gasolina varia até 30% na cidade de São Paulo

Preço do litro de gasolina varia até 30% na cidade de São Paulo

Variação equivale a uma diferença de R$ 66,50 ao encher tanque de 50 litros entre o posto mais barato e o mais caro da capital paulista

  • Economia | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Em pesquisa da ANP, litro da gasolina mais caro (R$ 5,699) foi encontrado no Tatuapé
  • Já o preço mais em conta (R$ 4,369) aparece no Itaim Paulista
  • Diferença na hora de encher um tanque de 50 litros passa dos R$ 66 nos bairros da Zona Leste
  • No Acre, preço do litro do combustível pode chegar até R$ 6,70
Litro de gasolina varia entre R$ 4,369 e R$ 5,699 nos postos de São Paulo

Litro de gasolina varia entre R$ 4,369 e R$ 5,699 nos postos de São Paulo

Pilar Olivares/Reuters - 10.03.2021

O preço pago pelos motoristas para abastecer com gasolina na cidade de São Paulo varia mais de 30,4% entre os bairros da capital, de acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Entre os 177 postos visitados para a última coleta de preços, o litro da gasolina mais caro (R$ 5,699) foi encontrado no Tatuapé, na Zona Leste. Já o preço mais em conta (R$ 4,369) aparece no Itaim Paulista, na mesma região.

A diferença de R$ 1,33 por litro fica mais evidente na hora de encher o tanque com o combustível. Para um armazenamento de 50 litros, o valor a ser desembolsado pelos motoristas varia R$ 66,50, de R$ 218,45 a R$ 284,95.

Com as discrepâncias, o preço médio pago pelo litro da gasolina na capital paulista é de R$ 5,253, valor que corresponde a um gasto de R$ 262,65 para encher completamente o mesmo reservatório de 50 litros.

Para os proprietários de veículos flex, até mesmo a opção pelo etanol deixou de ser viável neste momento. Isso acontece porque o preço médio do biocombustível em São Paulo é de R$ 3,972 por litro, valor que corresponde a uma proporção de 75,6% em relação à gasolina.

A desvantagem acontece porque o ato de abastecer com álcool só compensa quando o combustível custar menos de 70% do preço da gasolina, já que o veículo com etanol gasta mais litros para percorrer a mesma distância do que o com gasolina.

Brasil

Em todo o Brasil, o preço cobrado pelo litro da gasolina acumula uma sequência de 12 altas semanais seguidas e custa, em média, R$ 5,492. Assim como na cidade de São Paulo, os valores cobrados variam significativamente entre as regiões.

Responsável pelo maior preço médio cobrado por cada litro de gasolina no Brasil (R$ 6,085), o Acre cobra até R$ 6,70 por cada unidade mínima do combustível. O valor cobrado no Estado da região Norte é 56,58% superior aos R$ 4,279 do posto mais barato do levantamento, localizado exatamente no Estado de São Paulo.

Os recentes saltos no preço da gasolina já resultaram em um aumento de 41,5% no valor médio cobrado pelo combustível somente neste ano. As altas, guiadas pelos reajustes da Petrobras para seguir os mercados internacionais, causaram insatisfação no presidente Jair Bolsonaro, que indicou um novo comandante para assumir o comando da companhia.

Arte/R7

Últimas