Novo Coronavírus

Economia Preços do petróleo caem por cautela sobre recuperação da demanda

Preços do petróleo caem por cautela sobre recuperação da demanda

Analistas dizem que dólar mais firme também colocou pressão nos preços durante a pandemia de coronavírus

Reuters
Petróleo Brent recuava US$ 0,4

Petróleo Brent recuava US$ 0,4

REUTERS/Sergio Moraes

Os preços do petróleo recuavam nesta quinta-feira por preocupações com a demanda puxadas por visões mais cautelosas de produtores da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e do Fed, banco central dos EUA, sobre a recuperação econômica da pandemia de coronavírus.

O petróleo Brent recuava US$ 0,4, ou 0,88%, a US$ 44,97 por barril, às 8h08 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos caía US$ 0,48, ou 1,12%, a US$ 42,45 por barril.

"O aumento nas infecções por covid-19 ao longo do verão emudeceu a recuperação e qualquer um acreditando em uma retomada em formado de ´V´ deve fazer alguma reavaliação", afirmou o estrategista chefe de mercados da FXTM, Hussein Sayed.

Um dólar mais firme também colocou pressão nos preços, disseram analistas, o que tem deixado as cotações operando ao redor de um intervalo limitado nas últimas semanas.

Os preços têm operado sem grandes variações desde meados de junho, com o Brent entre US$ 40 e US$ 46 por barril, enquanto o WTI variou entre 37 dólares e US$ 43.

A Opep+, aliança entre a Opep e países que incluem a Rússia, disse na quarta-feira que o ritmo de recuperação do mercado de petróleo parece mais lento que o antecipado, com crescentes riscos de uma prolongada segunda onda da pandemia.

Enquanto isso, nos EUA, diversos membros do Fed disseram que um relaxamento adicional da política monetária pode ser necessário porque a melhora no nível de emprego já está perdendo força.

Últimas