Novo Coronavírus

Economia Procon-SP cria espaço para denúncias sobre coronavírus

Procon-SP cria espaço para denúncias sobre coronavírus

Até segunda-feira (16), o órgão realizou 1.902 atendimentos sobre problemas relacionados a doença, como cancelamento de voos e abusividade de preços

  • Economia | Do R7

Objetivo do Procon-SP é monitorar empresas

Objetivo do Procon-SP é monitorar empresas

Reprodução/ App Procon-SP

O Procon-SP criou um espaço específico para reclamações relacionadas ao coronavírus no aplicativo. Depois de baixar o app, o consumidor pode optar por realizar uma consulta ou uma reclamação. 

Coronavírus: escola, inglês, viagem cancelada? Saiba seus direitos

Segundo o Procon, "o objetivo é o monitoramente das empresas, adoção de medidas coletivas e solução dos problemas relatados pelos consumidores". 

Até segunda-feira (16), o Procon-SP realizou 1.902 atendimentos sobre problemas relacionados ao coronavírus, como cancelamento de viagens e ventos, denúncias de abusividade de preços e ausência de produtos.

Foram 1.329 consultas e 573 reclamações, que, segundo o Procon, "estão sendo encaminhadas às empresas, que deverão apresentar soluções viáveis e satisfatórias a cada caso específico, e as denúncias serão apuradas pela equipe de fiscalização para providências de acordo com o Código de Defesa do Consumidor – CDC."

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Das 1329 reclamações registradas, 678 foram contra agências de viagens e 546 contra companhias aéreas. Os consumidores também reclamaram de cruzeiros (43 casos), programas de fidelidade (43 queixas) e de problemas com ingressos e eventos (19 queixas).

Últimas