Produção de petróleo do Brasil recua em maio devido à pandemia

Produção em maio somou 2,765 milhões de barris por dia, alta de 1,3% na comparação anual, mas recuo de 6,5% frente a abril

Produção de gás natural também teve recuo

Produção de gás natural também teve recuo

Divulgação/Petrobras

A produção de petróleo do Brasil em maio somou 2,765 milhões de barris por dia, com alta de 1,3% na comparação anual, mas recuo de 6,5% frente a abril devido aos impactos da pandemia de coronavírus sobre o setor, disse a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) nesta quinta-feira (2).

Leia mais: Mais de 10 mil já aderiram a planos de demissão da Petrobras

A produção de gás natural teve recuo tanto em base mensal quanto anual, de 7,8% e 3%, respectivamente, e atingiu 114 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d).

A ANP disse que 34 campos de petróleo e gás tiveram operações interrompidas temporariamente durante o mês de maio devido a efeitos da covid-19, sendo 16 marítimos e 18 terrestres.

"Um total de 60 instalações marítimas permaneceram com produção interrompida durante o mês de maio, devido aos efeitos da pandemia", acrescentou a agência, em boletim de produção.