Economia Programa registra média de mil vagas de estágio a cada 15 dias

Programa registra média de mil vagas de estágio a cada 15 dias

Segundo o IEL (Instituto Euvaldo Lodi), dezenas de egressos são incorporados todos os anos ao quadro de funcionários das organizações

Grupo do programa de estágio do IEL (Instituto Euvaldo Lodi)

Grupo do programa de estágio do IEL (Instituto Euvaldo Lodi)

Divulgação/IEL

O programa de estágio do IEL (Instituto Euvaldo Lodi) registrou 33 mil estagiários administrados no primeiro semestre do ano. Uma média de mil vagas de estágio abertas nos estados brasileiros a cada 15 dias. Segundo o instituto, dezenas de egressos são incorporados todos os anos ao quadro de funcionários das organizações.

“O interesse das empresas por jovens talentos com habilidades profissionais se manteve na pandemia. Acredito que estamos trilhando o caminho certo ao adotar diretrizes que atendam as necessidades das empresas ”, diz o superintendente nacional do IEL, Eduardo Vaz. 

Segundo ele, a experiência vivenciada pelos estudantes que conquistaram uma vaga no mercado de trabalho vai além do comportamento assíduo, pontual e da demonstração de conhecimento. “A partir das histórias dos estagiários que conquistaram a vaga de emprego é possível verificar a importância do desenvolvimento de habilidades que conduziram o jovem ao mercado de trabalho."

É o caso da baiana de Vitória da Conquista, Agna Brito Teixeira, de 28 anos, que cursa a segunda faculdade. Depois co curso de Logística, na Faculdade Maurício de Nassau, em Salvador, faz agora Administração na Unopar EaD, onde está no 6º semestre.

“Aos 14 anos conquistei o primeiro emprego em uma loja de noivas, em seguida fui aprovada no processo seletivo para ocupar a vaga de assistente administrativo na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, depois estagiei seis meses no Banco do Brasil. Em agosto conclui o estágio de dois anos no IEL e imediatamente fui admitida no Núcleo Regional do IEL de Vitória da Conquista- Bahia", conta Anga.

Para ela foi uma surpresa ser contratada durante a pandemia. “Prefiro olho no olho, apesar da tecnologia ser ótima ela tira a minha espontaneidade, mas mesmo assim alcancei bons resultandos em home office contatando clientes via e-mail, whatsapp e telefone”, explica a universitária, que revela o pulo do gato. “A partir do momento em que entendi quando, de que forma e por que os produtos do IEL fazem a diferença para as empresas foi fácil comercializá-los em qualquer formato.”

Confiança

Larissa Santos Veloso Moreira, de 25 anos, aluna do 8º semestre de Administração, da Universidade Salvador (Unifacs), também foi contratada pelo IEL- Bahia. Ela desenvolveu as habilidades acadêmicas participando por dois anos da Primus Consultoria Empresarial, empresa júnior da universidade e no último ano conciliou o estágio como IEL. Depois de mais um ano estagiando no instituto foi contratada no segundo semestre de 2020.

Segundo a estudante de Administração, durante o estágio ela interagiu com a área de inovação e deu suporte para comercialização de projetos. “O estágio me conquistou pelo clima organizacional que favoreceu atividades como relacionamento com o cliente, prospecção de inovação e inteligência de mercado. Continuar aprendendo como se estivesse em um ambiente acadêmico é muito estimulante e isso faz toda a diferença no resultado do trabalho”.

Confiante sobre os próximos passos como contratada ela conta que vai interagir com a área de Marketing para estruturar a área digital. “No momento estou participando do planejamento de implantação do modelo inside sales, vendas internas que contemplam novos processos, como vendas digitais, que atendem o formato remoto. O resultado será otimização do trabalho, redução de custos e consequentemente aumento do faturamento do instituto”.

Mercado de trabalho

Selecionar candidatos de acordo com a vaga demandada pelas empresas é uma das iniciativas do instituto que mais proporcionam a inserção de jovens talentos no mercado de trabalho, seguida pela capacitação e acompanhamento dos que adquirem conhecimento e colocam em prática o que aprenderam nas instituições de ensino.

O Programa IEL de Estágio é um dos produtos de maior procura da instituição. Entre as empresas parceiras estão a Monsanto/Bayer, Aperam, Google e Banco Daycoval. Podem se candidatar às vagas de estágio estudantes matriculados no ensino médio, educação técnica ou ensino superior.

O interessado em fazer parte das empresas é selecionado pelo instituto a partir do conhecimento técnico e do perfil comportamental compatível com as exigência do mercado. Preencha o cadastro disponível no site do IEL do seu Estado e entre no mercado de trabalho.

Últimas