R7 é finalista do Prêmio CNH de Jornalismo Econômico

“Agrotóxicos: o inimigo invisível” mostra as consequências do alto consumo dos pesticidas

R7

A reportagem do R7 “Agrotóxicos: o inimigo invisível” está concorrendo ao prêmio de melhor reportagem econômica de 2016, na categoria “agronegócio”, do 24º Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico, um dos principais do setor.

Com reportagem de Diego Junqueira e montagem multimídia de Sabrina Cessarovice e Danilo Lataro, a matéria mostra as consequências causadas pelo alto consumo de agrotóxicos no Brasil — desde 2008 somos os campeões mundiais no quesito.

Em 2014, o Brasil superou a marca de 1 bilhão de litros de agrotóxicos comprados em um ano, segundo dados da Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva).

A reportagem conversou com pesquisadores brasileiros que estão investigando as relações entre agrotóxicos e doenças como o câncer e a malformação fetal.

Revelou também como os pesticidas afetaram a produção de bicho-da-seda e hortaliças de assentados rurais e pequenos agricultores no interior de São Paulo. As lavouras que mais utilizam esses produtos no Brasil são soja, milho, algodão e cana-de-açúcar.

Clique e veja o especial.

Sobre a CNH Industrial

Criada em setembro de 2013, a partir da fusão da Fiat Industrial e CNH Global, a CNH Industrial é uma das líderes em bens de capital e detentora das marcas Case IH, Steyr, Case Construction Equipment, New Holland Agriculture, New Holland Construction, IVECO, IVECO ASTRA, IVECO BUS, HeuliezBus, Magirus, IVECO DEFENCE VEHICLES e FPT Industrial.

A companhia congrega mundialmente 12 marcas comerciais, 65 fábricas, 50 centros de pesquisa e desenvolvimento, cerca de 63 mil empregados, presença em 180 países e receita líquida de US$ 24,9 bilhões em 2016.