Economia Reforma do IVA pode ser aprovada em seis a oito meses, diz Pérsio Arida

Reforma do IVA pode ser aprovada em seis a oito meses, diz Pérsio Arida

O economista afirma que o debate em torno do Imposto sobre Valor Agregado está pronto para ser feito no país

Reuters - Economia
Persio Arida, economista da equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva

Persio Arida, economista da equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva

Nacho Doce/Reuters - 11.7.2218

O Brasil tem condições de aprovar uma primeira reforma tributária dentro de seis a oito meses, afirmou nesta terça-feira (15) o economista Pérsio Arida, que faz parte da equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, ressaltando que a discussão em torno da criação de um IVA (Imposto sobre Valor Agregado) está amadurecida no país.

Arida acrescentou, durante participação na conferência Lide, em Nova York, que futuramente o país ainda precisará trabalhar em uma reforma tributária mais profunda, que contribua para reduzir desigualdades e contenciosos.

As outras duas reformas mais cruciais para o Brasil seriam a abertura econômica e a reforma do Estado, que incluiria a questão administrativa, mas também a dimensão dos gastos públicos, disse Arida.

"Essas três reformas exigem uma mudança cultural no país", afirmou o economista, ex-presidente do Banco Central e do BNDES.

Questionado sobre as discussões na equipe de Lula sobre a questão fiscal, Arida disse não ver oposição entre a responsabilidade fiscal e a social, ressaltando que as duas coisas caminham juntas, mas fazendo a ressalva de que não poderia detalhar o que está sendo conversado por uma questão de sigilo.

Últimas