Economia Reguladores da China intervêm em nove instituições financeiras

Reguladores da China intervêm em nove instituições financeiras

Reguladores da China informaram que interviriam em nove instituições financeiras, entre elas seguradoras, com a intenção de proteger os interesses de investidores e evitar riscos sistêmicos. A Comissão Bancária e de Seguros da China afirmou nesta sexta-feira que assumiria o controle, entre elas, de quatro seguradoras - Huaxia Life Insurance, Tianan Life Insurance, Tian An Property Insurance e Yian Property Insurance, e de duas companhias fiduciárias - New China Trust e New Times Trust.

A mudança do comando entra em vigor nesta sexta-feira e durará ao menos um ano. Seis grandes seguradoras e instituições financeiras do próprio país devem assumir a custódia dos negócios, informou o regulador em seu site.

Também nesta sexta-feira, o regulador disse que assumirá o controle da New Times Securities, da Guosheng Securities e da Guosheng Futures, também por um ano, segundo a agência estatal Xinhua.

As intervenções desta sexta-feira foram a primeira grande ação regulatória de Pequim neste ano, após autoridades assumirem o controle e ajudarem com empréstimos vários bancos regionais em 2019.

Últimas