Imposto de Renda 2018
Economia Saiba como usar o dinheiro da restituição do Imposto de Renda

Saiba como usar o dinheiro da restituição do Imposto de Renda

Primeiro lote começa a ser pago pela Receita Federal nesta sexta-feira (15). No total, serão sete lotes de restituição em 2018

Imposto de Renda começa a ser pago hoje

Saiba o que fazer com o dinheiro extra no mês de junho

Saiba o que fazer com o dinheiro extra no mês de junho

Pixabay

A Receita Federal libera nesta sexta-feira (15) o pagamento do primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2018. Para alguns brasileiros, o dinheiro extra no mês de junho já tem destino certo: quitar dívidas. Para outros, é a oportunidade de fazer um investimento.

Alfredo Meneghetti, professor de pós-graduação online em finanças, investimento e banking da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), falou para o R7 qual o melhor investimento a se fazer com o dinheiro a mais na conta.

— Se a pessoa estiver endividada, é fundamental fazer o enfrentamento desses compromissos a pagar no momento em que se recebe esse recurso livre. Dívidas com juros altos, compromissos mensais que ainda não foram pagos e despesas que estão atrasadas, é bom quitar para que essa situação difícil seja resolvida.

Isso porque, de acordo com Meneghetti, nenhum investimento vai render mais do que a taxa de juros de uma dívida. O especialista também aconselha a começar a quitar as dívidas cotidianas, como conta de água e de luz, que podem ter o serviço cortado devido à falta de pagamento. Depois, pagar as contas com taxas de juros altas, como as dívidas com cartão de crédito e de cheque especial, por exemplo.

Porém, para quem está com as contas em dia, fazer investimento com a restituição é uma boa alternativa. Segundo Meneghetti, os brasileiros que têm medo de arriscar em investimentos devem aplicar o dinheiro em renda fixa, tais como caderneta de poupança, CDB e títulos do tesouro.

— Para os mais conservadores, é bom fazer investimento em renda fixa. Melhor ainda seria dividir essa quantia entre 40% em depósito bancário, 40% em título do tesouro e 20% na poupança, para dar uma diversificada.

Ainda de acordo com Meneghetti, para aqueles que não têm medo de ousar na hora de investir, o país vive um bom momento para aplicar em rendas variáveis, tais como a bolsa de valores.

— Quem tem perfil mais ousado é a hora de aproveitar o mercado de variável e a Bovespa, porque temos pela frente uma disputa eleitoral em outubro e um novo governo em janeiro. Temos aí seis meses de maturação desse investimento para fazer com que esses recursos rendam mais do que as rendas fixas. Um investimento em alguma estatal brasileira, por exemplo, pode variar de 30 a 50% nesse período.

Pelas regras, os que têm prioridade no recebimento da restituição são os contribuintes com 60 anos ou mais, sendo assegurada prioridade especial aos maiores de 80 anos. Também têm prioridade os contribuintes portadores de deficiência física ou mental, portadores de doenças graves e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

As datas de pagamento dos lotes de restituição do Imposto de Renda em 2018 são:

1º lote, 15 de junho;
2º lote, 16 de julho;
3º lote, 15 de agosto;
4º lote, 17 de setembro;
5º lote, 15 de outubro;
6º lote, 16 de novembro;
7º lote, 17 de dezembro.