Seminário discute inovação, pesquisa e desenvolvimento em São Paulo na próxima segunda

Encontro tem como objetivo discutir o uso estruturado dos recursos públicos e privados

Evento acontece no próximo dia 1º de dezembro
Evento acontece no próximo dia 1º de dezembro Divulgação

O Instituto Valor realiza na próxima segunda-feira (1º), no auditório do Instituto Presbiteriano Mackenzie, em São Paulo, o 4º Seminário Nacional de Incentivo à Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento.

O encontro tem como objetivo discutir o uso estruturado dos recursos públicos e privados para inovação, pesquisa e desenvolvimento e seus impactos positivos na economia brasileira e na geração de emprego e renda.

O evento será comandado pelo especialista em leis de incentivo fiscal Jorge Martins Muzy, que também é presidente do Grupo Muzy e presidente do Conselho de Administração do Instituto Valor, e pelo reitor do Mackenzie, Benedito Guimarães Aguiar Neto.

“Vamos debater quais são os obstáculos que o Brasil tem enfrentado para gerar inovação", disse Muzy.

— Precisamos avaliar, por exemplo, por que os Estados Unidos, com a mesma idade, a mesma dimensão, no mesmo continente e com recursos naturais mais escassos do que o Brasil, conseguiram atingir um alto nível de desenvolvimento, particularmente na Califórnia.

“Queremos promover um seminário provocativo, que nos leve a pensar sobre esta e outras questões, e convidamos José Dias, Diretor de P&D da TV Globo e Coordenador do Grupo de Estudos de Inovação da SET, um dos destaques do evento, para nos contar como a TV Globo conseguiu se posicionar entre as organizações mais desenvolvidas do mundo e qual foi o papel da inovação neste processo; teremos também o Dr. Gabriel Marão, Presidente do Comitê Gestor do Fórum Brasileiro de IoT (Internet das Coisas), que vai apontar o futuro das tecnologias M2M, Machine-to-Machine”, continua Muzy.

— Reuniremos executivos de empresas inovadoras, representantes da sociedade civil e de importantes entidades para debater quais são os caminhos para colocarmos o Brasil definitivamente em posição de destaque na economia criativa e na inovação mundial. Queremos despertar o interesse para áreas com grande potencial para o desenvolvimento de projetos inovadores e identificar oportunidades de investimento em inovação.

De acordo com o estudo Indicador da Sociedade da Informação (ISI), realizado pela consultoria Everis em parceria com a IESE Business School, o grau de desenvolvimento tecnológico do Brasil tem registrado um crescimento menor do que o de outros países latino-americanos. Os investimentos anuais em pesquisa atingiram US$ 24,2 bilhões, enquanto os Estados Unidos dedicam US$ 398,2 bilhões.

Para Jorge Muzy, das universidades ao sistema empresarial, todos os setores poderiam ter melhores resultados caso recebessem apoio.

— Como o campo é vasto, áreas como petróleo e gás, ciências do mar, biotecnologia, nanotecnologia, biomassa e energias alternativas, semicondutores e softwares, fármacos e medicamentos, podem ser consideradas estratégicas.

Ele lembra que este quadro desfavorável pode mudar, já que existem ferramentas ainda pouco conhecidas e utilizados, como o programa de incentivo regulado pela Lei 11.196, a Lei do Bem, que concede benefícios fiscais a empresas que tributam pelo lucro real caso apliquem os recursos em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento.

“Mas, segundo dados do Ministério da Ciência e Tecnologia, somente 400 empresas utilizam. Não por falta de interesse, mas por desconhecimento”, alerta.

— Este seminário terá o papel de, justamente, formar uma ponte entre o poder público, a sociedade e a classe privada. Será um encontro da informação, dos tomadores de decisão, gestores e autoridades para esclarecimentos sobre a Lei, suas formas, desdobramentos e retorno.

O grande destaque do seminário será o fundador e ex-presidente da Embraer por duas ocasiões, além de ex-presidente da Petrobras, ex-ministro da Infraestrutura, e um dos articuladores da 1ª lei de incentivo à inovação, Ozires Silva que receberá a honraria "Palmas Mackenzie", concedido pela Universidade Presbiteriana Mackenzie a autoridades que contribuíram de forma relevante ao desenvolvimento acadêmico, da ciência ou da tecnologia.

Lista de palestrantes convidados:

Artur Souza Polizel, diretor de software da DEV Tecnologia;

Benjamin Benzaquen Sicsu, cice-Presidente Executivo de Inovação da Samsung;

Beny Rubinstein, presidente da Acelera Partners;

Fabiano Garcia Lobato, diretor do centro de Pesquisa da Statoil Brasil;

Filipe Miguel Cassapos, gerente de inovação da FIEP (Federação das Indústrias do Paraná);

Flavio Carneiro Maeda, empreendedor da Real Time Systems In;.

Francisco Jardim, Sócio Fundador da SP Ventures

Gabriel Marão, presidente do comitê Gestor do Fórum Brasileiro de IoT (Internet das Coisas);

Gilmar Laignier de Souza, gerente de desenvolvimento da Fiat;

Gilsinei Hansen, vice-Presidente de Sistemas e Segmentos da TOTVS;

Jeferson Marcondes, coordenador da Comissão de Estudos de Medidores Eletrônicos da COBEI;          

José Dias V. de Assis, diretor de P&D da TV Globo e Coordenador do Grupo de Estudos de Inovação da SET           

Julio Cesar Castello Branco, diretor de Patentes do INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial;

Ozires Silva, presidente do Conselho de Administração do Grupo Anima de Educação e Cultura;

Paulo Mól, superintendente do Instituto Euvaldo Lodi - IEL Nacional;

Reginaldo Arakakim, gerente de departamento da Scopus Tecnologia.

Quer fazer compras online? Use o R7 Ofertas

Leia mais sobre Economia e ajuste suas contas

Serviço:

4º Seminário Nacional de Incentivo à Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento

Onde:

Universidade Presbiteriana Mackenzie

Auditório Escola Americana

Rua Piauí, 130 - Higienópolis - São Paulo - SP

São Paulo - SP

Quando:

1º de Dezembro de 2013

Horário: 8h00 às 17h00

Contato: (11) 2626-1000

Informações, inscrições e a programação completa podem ser acessadas em www.seminarionacional.org.br.

Seja bombardead@ de boas notícias. R7 Torpedos

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia