Novo Coronavírus

Economia Suspensão de pagamento de parcelas soma R$ 9 bi, diz BNDES

Suspensão de pagamento de parcelas soma R$ 9 bi, diz BNDES

Adiamento temporário dos vencimentos de empréstimos, anunciado pelo banco em março, já beneficiou quase 27 mil empresas em todo o Brasil

  • Economia | Do R7

Medida já beneficiou cerca de 27 mil empresas

Medida já beneficiou cerca de 27 mil empresas

Nacho Doce/Reuters

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou nesta quinta-feira (28) que a suspensão temporária dos pagamentos de parcelas de financiamentos, ação adotada pela instituição em março, já beneficiou cerca de 27 mil empresas e, com isso, garantiu um reforço de caixa de aproximadamente R$ 9 bilhões. A estimativa é que esses negócios empreguem mais de dois milhões de pessoas. 

A decisão de adiar os vencimentos por até seis meses, segundo o banco, impactou tanto as operações diretas quanto as indiretas, aquelas realizadas por meio de outras instituições financeiras.

Leia: Companhia aérea Latam pede recuperação judicial nos EUA

Os contratos indiretos, no entanto, representam a maior parcela de contemplados pela medida, ao todo são mais de 26,5 mil clientes, sendo que 21,5 mil correspondem às micro e pequenas empresas. Comércio e serviços respondem por 80% do valor, seguido da chamada indústria de transformação (19%). 

Já em negociações diretas, responsáveis por movimentações maiores de dinheiro, o valor da suspensão alcançou R$ 6 bilhões, beneficiando 349 grandes empresas.

O setor de infraestrutura lidera o ranking e concentra, sozinho, 57% do total economizado, na sequência vem o setor industrial (32%) e, por último, comércio e serviços (9%).

Últimas