Economia Total abre mão de papel de operadora de blocos na bacia da Foz do Amazonas

Total abre mão de papel de operadora de blocos na bacia da Foz do Amazonas

A petroleira francesa Total anunciou que notificou seus parceiros Petrobras e BP, em 19 de agosto, sobre a decisão de renunciar à função de operadora de cinco blocos de exploração na bacia da Foz do Amazonas. Os blocos são conhecidos pelos códigos FZA-M-57, FZA-M-86, FZA-M-88, FZA-M-125 e FZA-M-127.

A Total também comunicou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de sua decisão, dando início a um período de seis meses durante o qual uma nova operadora será nomeada.

Neste ínterim, a Total disse que continuará monitorando todos os processos regulatórios em nome de seus parceiros.

Presente no Brasil há mais de 40 anos, a Total tem mais de 3 mil funcionários no País, segundo comunicado da empresa.

Últimas