Economia Trump critica restrições propostas em comércio com China, diz que segurança nacional não é "desculpa"

Trump critica restrições propostas em comércio com China, diz que segurança nacional não é "desculpa"

Reuters

WASHINGTON (Reuters) - O presidente Donald Trump criticou nesta terça-feira algumas restrições propostas no comércio com a China e disse que a segurança nacional não pode ser usada como uma "desculpa" para dificultar a compra de produtos norte-americanos por países estrangeiros.

"Os Estados Unidos não podem, e não se tornarão, um lugar tão difícil de lidar em termos de países estrangeiros comprando nossos produtos, inclusive pela sempre usada desculpa da Segurança Nacional, que nossas empresas serão forçadas a sair para permanecer competitivas", escreveu Trump no Twitter.

"Vi algumas regulamentações que têm circulado, incluindo as contempladas pelo Congresso, e elas são ridículas. Quero tornar FÁCIL fazer negócio com os Estados Unidos, não difícil", acrescentou.

Trump não identificou as restrições.

(Por Makini Brice e Tim Ahmann)

Últimas