Vale alerta que pode ter dificuldades operacionais devido ao coronavírus

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale advertiu nesta quinta-feira que pode vir a adotar medidas de contingência ou eventualmente suspender operações em função do alastramento do coronavírus no mundo, ainda que a empresa tenha destacado que, por ora, não sofreu qualquer impacto da doença.

A companhia disse ainda, em nota, que pode vir a enfrentar dificuldades relacionadas à força de trabalho devido ao avanço da doença, e destacou também que é "impossível" prever os efeitos da epidemia para a empresa.

"Além disso, uma parcela significativa de nossas receitas é originada em vendas realizadas para clientes na Ásia e Europa... assim como dependemos de uma extensiva cadeia de logística e de fornecedores, incluindo diversos portos, centros de distribuição e fornecedores que têm operações nas regiões afetadas", observou a companhia.

A Vale destacou, apesar do alerta, que até o momento não sofreu qualquer impacto material com relação ao coronavírus em operações, logística, vendas ou situação financeira, "assim como nenhum de nossos empregados foi testado positivamente para a infecção".

"Dada a dinâmica incerta da evolução do surto, é impossível prever o impacto final que este poderá ter sobre o mercado financeiro e a economia global e, consequentemente, sobre o nosso negócio. Desta forma, nós seguiremos avaliando continuamente os impactos sobre nossas operações e situação financeira", reforçou.

None

(Por Roberto Samora)