Vale suspende disposição de rejeitos na mina de Brucutu e vê impacto na produção

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale informou que decidiu suspender temporariamente a partir desta segunda-feira a disposição de rejeitos de minério de ferro de sua mina de Brucutu na barragem Laranjeiras.

Isso fará a unidade operar com cerca de 40% da capacidade por meio de processamento a úmido por período estimado de um a dois meses.

O impacto estimado da paralisação parcial e temporária é de aproximadamente 1,5 milhão de toneladas de minério de ferro por mês, afirmou a empresa em fato relevante.

A suspensão da disposição de rejeitos em Brucutu não altera a projeção de vendas de minério de ferro e pelotas da companhia para 2019 e para o quarto trimestre, mas terá impacto no primeiro trimestre de 2020, quando produção e vendas devem ficar entre 68 milhões e 73 milhões de toneladas, acrescentou a Vale.

None

(Por Luciano Costa e Roberto Samora)