Economia Valor para tirar a habilitação varia até R$ 654 na capital

Valor para tirar a habilitação varia até R$ 654 na capital

Menor preço encontrado foi em Itaquera, na Zona Leste. Na Barra Funda, custa R$ 1.760

Custo da primeira habilitação varia até 59% na capital

Custo da primeira habilitação varia até 59% na capital

Agência Brasil

Os custos que envolvem a emissão da primeira CNH (Carteira Nacional de Habilitação) variam até 59% na capital. Pesquisando bem, o aluno economiza até R$ 654. Na Barra Funda, Zona Oeste, o preço do pacote custa R$ 1.760. Já em Itaquera, na Zona Leste, o custo é de R$ 1.106. Diferença de R$ 654. No Tatuapé, também na região Leste, uma autoescola cobra R$ 1.652.

Na região central, a reportagem do R7 encontrou uma diferença acima de R$ 100. Em uma autoescola na Liberdade, o preço é R$ 1.252. No bairro vizinho, na Sé, o preço encontrado foi de R$ 1.395. O valor cobrado pelas autoescolas na zona Norte, segundo a pesquisa, variou entre R$ 1.292 e R$ 1.362. Em Santo Amaro, na Zona Sul, o preço encontrado foi de R$ 1.303.

Parte da despesa tem valor fixo e soma R$ 245,44. São as despesas com as taxas de exame médico (R$ 70,13), avaliação psícológica (R$ 81,81), exame teórico (R$ 29,22), exame prático (R$ 29,22) e a emissão da permissão para dirigir (R$ 35,06).

Leia mais notícias de economia

As autoescolas cobram valores diferentes pelos serviços de aulas práticas, translado dos alunos, matrícula e o CFC (Curso de Formação de Condutores).

De acordo com o Detran-SP, existe a livre concorrência entre as autoescolas para a determinação dos preços dos serviços particulares. Segundo o Sindautoescola SP, a decisão sobre o preço leva em conta o bairro onde fica a instituição, custo de combustível, despesas com pessoal e serviços oferecidos.

A orientação do Proncon-SP é que os consumidores façam uma pesquisa de preços antes de decidir por uma autoescola. Outra dica importante, é exigir que o contrato especifique todos os serviços, os valores e a forma de pagamento que a autoescola ofereceu.

A partir de janeiro, o custo para tirar a habilitação no Estado de São Paulo vai aumentar. As taxas fixas terão um reajuste de, aproximadamente, 10,7%. 

Últimas