Vendas no varejo da zona do euro têm queda recorde em abril com recuo em alimentos

MACRO-EURO-VAREJO:Vendas no varejo da zona do euro têm queda recorde em abril com recuo em alimentos

BRUXELAS (Reuters) - As vendas no varejo da zona do euro caíram a um novo recorde em abril, mas não com tanta força como esperado, com quedas em quase todos os itens, incluindo alimentos e bebidas, durante um mês inteiros de restrições devido ao coronavírus.

As vendas nos 19 países que usam o euro caíram 11,7% em abril sobre março e 19,6% na comparação anual, informou a agência de estatísticas Eurostat nesta quinta-feira.

As expectativas do mercado eram de recuo de 15,0% e 22,3% respectivamente, de acordo com pesquisa da Reuters junto a economistas.

O declínio mensal foi o mais acentuado desde que a Eurostat iniciou a coleta de dados em 1999, depois de recuo de 11,1 em março.

A leitura anual, que antes de março não era negativa desde o final de 2013, foi a mais fraca já registrada nos dados iniciados em 2000.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)