Economia Wall St fecha em queda em novo dia ruim para ações após corte surpresa de juro pelo Fed

Wall St fecha em queda em novo dia ruim para ações após corte surpresa de juro pelo Fed

Reuters

Por Noel Randewich

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários de Wall Street fecharam em queda em uma volátil sessão nesta terça-feira, depois de o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) surpreender investidores com um corte de 0,50 ponto percentual no juro, o que ampliou temores sobre a magnitude do impacto do coronavírus na economia.

Todos os três principais índices do mercado de ações dos EUA fecharam em queda aproximada de 3%, após o primeiro corte emergencial dos juros pelo Fed desde a crise financeira de 2008.

A redução da taxa destacou a preocupação do banco central dos EUA com o novo coronavírus, que se espalhou pelo mundo depois de surgir no final do ano passado na China.

O corte de juros veio duas semanas antes da data programada para a reunião de política monetária, para a qual operadores haviam precificado integralmente corte de 50 pontos-base.

Inicialmente, as ações saltaram mais de 1%, mas depois recuaram, com operadores preocupados se a aplicação de mais dinheiro nos mercados financeiros resolveria o problema central --uma queda na atividade empresarial, já que trabalhadores e consumidores têm permanecido em casa.

"O corte nas taxas ressalta a magnitude do problema que a economia global está enfrentando", disse Peter Kenny, fundador da Strategic Board Solutions LLC em Nova York. "Normalmente, os mercados saudariam um corte de juros e estavam torcendo por isso. Agora que conseguimos, a questão é o que vem a seguir?"

O rendimento do Treasury de dez anos caiu abaixo de 1% pela primeira vez, já que, nervosos, investidores retiraram dinheiro do mercado acionário.

O índice S&P para o setor financeiro recuou 3,7%, refletindo a dificuldade dos bancos de obterem lucros em ambientes de baixas taxas de juros.

O Dow Jones recuou 2,94%, para fechar a terça-feira em 25.917,41 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 2,81%, encerrando o dia em 3.003,37 pontos. Já o Nasdaq retraiu 2,99%, para 8.684,09 pontos.

Últimas