Economia WEG tem lucro líquido acima do esperado no 4º tri, com alta em receitas e margens

WEG tem lucro líquido acima do esperado no 4º tri, com alta em receitas e margens

Reuters

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A WEG teve lucro líquido de 500,5 milhões de reais no quarto trimestre de 2019, uma alta de 49% em relação ao mesmo período do ano anterior, superando também projeções de analistas, com crescimento de receitas e margens, conforme dados divulgados pela empresa nesta quarta-feira.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 36%, a 666,4 milhões de reais, enquanto a margem Ebitda aumentou 1,9 ponto percentual, para 17,6%.

Analistas esperavam, em média, lucro de 410,4 milhões de reais e Ebitda de 566,3 milhões, de acordo com dados da Refinitiv.

A companhia disse que, no mercado local, os negócios apresentaram um bom desempenho, mesmo em um cenário de crescimento ainda tímido da economia brasileira. Também a performance no exterior foi considerada positiva, principalmente no segmento de produtos longos.

A receita operacional líquida (ROL) somou 3,8 bilhões de reais no quarto trimestre, expansão de 20,9% na comparação ano a ano. Ajustada pelos efeitos da consolidação das aquisições da Geremia Redutores, PPI-Multitask e da V2COM, a receita mostraria crescimento de 20,1% ante o último trimestre de 2018.

A Weg explicou que a receita do mercado externo foi positivamente impactada no último trimestre pela variação do dólar norte-americano médio, que passou de 3,81 reais no final de 2018 para 4,12 reais nos últimos meses deste ano.

O custo dos produtos vendidos (CPV) somou 2,6 bilhões de reais, alta de 19,3% na comparação ano a ano, enquanto a margem bruta subiu 0,9 ponto, a 30,3%.

De acordo com a WEG, o retorno sobre o capital investido (ROIC) aumentou 2,6 pontos, para 20,2%.

Últimas