Economia Zona do euro deve dar suporte à economia em 2022 e usar fundos da UE para investimento

Zona do euro deve dar suporte à economia em 2022 e usar fundos da UE para investimento

MACRO-UE-SUPORTE:Zona do euro deve dar suporte à economia em 2022 e usar fundos da UE para investimento

Reuters - Economia

BRUXELAS (Reuters) - Os governos da zona do euro deveriam continuar gastando no próximo ano para ajudar na recuperação pós-pandemia, embora em diferentes graus dependendo de seu nível de dívida, disse a Comissão Europeia nesta quarta-feira.

Eles também deveriam usar dinheiro do fundo de recuperação da União Europeia para aumentar o investimento, completou.

"Para a zona do euro, pedimos uma postura fiscal moderadamente de suporte para 2022, com foco em investimento, fornecendo aos trabalhadores novas habilidades e protegendo a solvência de empresas viáveis", disse o comissário econômico europeu, Paolo Gentiloni.

A Comissão disse que 2022 será o ano em que os países europeus passarão da resposta à crise para a ajuda à recuperação, especialmente com dinheiro do fundo de recuperação da UE, que financiará 24% de todas as medidas de suporte para a recuperação.

A Comissão espera que os governos gastem 40% do componente de subsídios do fundo de recuperação no próximo ano, totalizando 338 bilhões de euros.

"O Instrumento de Recuperação e Resiliência está sendo agora implementado em 22 países da UE, que busca gastar cerca de 40% de sua alocação total para subvenções somente em 2022. Fazer disso um sucesso será talvez o maior desafio --e oportunidade-- para o próximo ano", disse Gentiloni em entrevista à imprensa.

A Comissão destacou, no entanto, que o suporte fiscal deveria levar em consideração o nível de dívida pública de cada país e que alguns -- como a Itália, com seus 160% do PIB de dívida -- deveriam limitar os gastos atuais do governo.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Últimas