Novo Coronavírus

Educação Abstenção no vestibular da Fuvest volta a subir após 6 anos

Abstenção no vestibular da Fuvest volta a subir após 6 anos

Dos 130.678 candidatos inscritos para a 1ª fase do vestibular, 17.210 (13,2%) não compareceram aos locais de prova

  • Educação | Do R7

2ª fase da Fuvest ocorre nos dias 21 e 22 de fevereiro

2ª fase da Fuvest ocorre nos dias 21 e 22 de fevereiro

RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 10.1.2021

Após seis anos consecutivos de queda, o número de abstenções na prova da primeira fase do vestibular da Fuvest voltou a subir neste domingo (10). Dos 130.678 candidatos inscritos, 17.210 (13,2%) não compareceram aos locais de prova.

Em 2020, a abstenção de 7,9% foi a menor desde 2011, quando 7,79% dos inscritos não participaram da primeira etapa do vestibular que garante ingresso na USP (Universidade de São Paulo). Na década, o maior índice de ausência, de 11,5%, havia sido registrado em 2014.

A ausência recorde pode ser atribuída à pandemia do novo coronavírus. Para conter o risco de contaminações e atender ao distanciamento necessário, o vestibular contou com apenas 40% de ocupação nas salas dos 148 locais de prova.

Leia mais: Estudantes não dispensam abraço de 'boa sorte' no 1º dia de Fuvest

De acordo com a Fuvest, todas medidas de biossegurança foram adotadas para a realização do vestibular, com houve adesão dos candidatos e nenhuma ocorrência significativa.

Nesta primeira etapa do vestibular, os candidatos tiveram 5 horas para responder a 90 questões sobre as disciplinas de Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português e Química.

A segunda fase da prova da Fuvest será realizada nos dias 21 (Português e redação) e 22 de fevereiro (disciplinas de acordo com a carreira escolhida). A lista de aprovados será divulgada no dia 19 de março. A prova e o gabarito oficial serão divulgados a partir das 19h30 deste domingo.

Últimas