Educação Biblioteca da Câmara dos Deputados conclui digitalização de 200 obras raras

Biblioteca da Câmara dos Deputados conclui digitalização de 200 obras raras

Publicações que datam dos séculos 16 ao 20 estão disponíveis gratuitamente na internet

Biblioteca da Câmara dos Deputados conclui digitalização de 200 obras raras

O projeto de digitalização foi concluído seis meses antes do previsto, já que seria finalizado em dezembro

O projeto de digitalização foi concluído seis meses antes do previsto, já que seria finalizado em dezembro

Daia Oliver/R7

O projeto de digitalização de 200 obras raras do acervo da Biblioteca Pedro Aleixo, da Câmara dos Deputados, foi concluído. Os livros e periódicos, que datam dos séculos 16 ao 20, já podem ser acessados gratuitamente na página Biblioteca Digital na internet.

Conheça os principais festivais literários que acontecem no Brasil este ano   Atividades culturais ao ar livre da Flip atraem escolas de fora de Paraty

No total, a Câmara possui cerca de 4.600 obras raras e 108 títulos de periódicos raros. As 200 obras digitalizadas foram selecionadas a partir de aspectos como conteúdo, elevado valor histórico e demanda de consultas.

Entre os títulos digitalizados recentemente estão coletâneas da legislação do Império e edições do Jornal das Trincheiras (órgão da Revolução Constitucionalista de 1932).

A obra mais antiga que está disponível no formato digital é um relato em latim, do ano de 1537, sobre as grandes expedições de navegadores como Cristóvão Colombo e Américo Vespúcio.

Preservação do acervo

O projeto de digitalização foi concluído seis meses antes do previsto, já que a expectativa era finalizá-lo em dezembro deste ano.

Leia outras notícias sobre Educação no R7

A digitalização foi feita com o uso de escâneres planetários, equipamentos que registram o material impresso em alta resolução sem danificar as páginas do arquivo.

As publicações digitalizadas estão disponíveis no site www.camara.leg.br, nos menus "Documentos e Pesquisa", "Biblioteca Digital" e "Obras Raras".