Enem 2021

Educação Começa oficialmente a primeira prova do Enem em todo o país 

Começa oficialmente a primeira prova do Enem em todo o país 

Estudantes terão 5h30 para responder a 90 questões de múltipla escolha de linguagens e ciências humanas e escrever uma redação

  • Educação | Karla Dunder, do R7

Começa oficialmente o Enem 2021 em todo o país para 3,1 milhões de participantes

Começa oficialmente o Enem 2021 em todo o país para 3,1 milhões de participantes

ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 21.11.21

Começa oficialmente o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em todo o país neste domingo (21). Os participantes terão 5h30 para responder a 90 questões de múltipla escolha de linguagens e humanas, além de fazer uma redação.

Nesta edição, o tema será o mesmo tanto para o Enem impresso quanto para o digital e, em ambas modalidades, o texto deverá ser feito à mão. 

Os estudantes só poderão deixar o local de prova às 15h30; quem sair antes será desclassificado. É permitido deixar o exame com o caderno de questões meia hora antes de o exame ser encerrado, a partir das 18h30. Às 19h a prova chega ao fim.

No próximo domingo (28), os candidatos terão até as 18h30 para responder a 90 questões, sendo 45 de matemática e 45 de ciências da natureza (química, física e biologia).

O R7 terá após a prova uma transmissão ao vivo com professores do QG do Enem comentando as principais questões. E os professores do Anglo Leonardo da Vinci vão fornecer a resolução da prova e formar o gabarito extraoficial.

Enem 2021

O Enem será aplicado nos dias 21 e 28 de novembro para mais de 3 milhões de estudantes em todo o país. No primeiro dia de prova, os participantes farão as provas de linguagens e ciências humanas, além da redação. No segundo, matemática e ciências da natureza.

A prova é a principal porta de entrada para a educação superior no país. A nota é utilizada para ingressar em universidades federais pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada), para conquistar uma bolsa de estudos via Prouni (Programa Universidade para Todos) ou um financiamento de mensalidade em instituição privada via o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

A edição deste ano foi marcada por polêmicas com a demissão de mais de 37 funcionários do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e o menor número de inscritos desde 2009.

Arte R7

Últimas