Coronavírus: Unicamp suspende aulas até o fim deste mês

Insper também cancela aulas por dois dias. Na USP e na PUC, mesmo com casos confirmados da doença, as aulas estão mantidas

Aulas são suspensas na Unicamp

Aulas são suspensas na Unicamp

Thomaz Marostegan/Unicamp

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) anunciou na manhã desta quinta-feira (12) que todas as atividades da instituição estão suspensas até o dia 29 de março devido a pandemia de coronavírus.

Leia mais: Coronavírus: Weintraub diz que escolas poderão ter aulas suspensas

Em comunicado, a universidade pede que "cada órgão da Administração Central deverá definir e submeter seu plano de contingência ao comitê de crise ainda nesta quinta-feira (12). A Área da Saúde divulgará comunicado específico sobre quais atividades serão suspensas e quais serão mantidas no período. Todas as viagens de docentes e funcionários da Unicamp estão suspensas, bem como o recebimento de visitantes."

Leia mais: Coronavírus: não há motivo para população entrar em pânico

O Insper também suspendeu as atividades nesta quinta-feira e sexta-feira também por causa da Covid-19. A instituição informa "adotou uma série de medidas preventivas, como a postergação de eventos acima de 150 pessoas, o cancelamento de viagens de avião de professores e colaboradores, suspensão das aulas de Graduação até o dia 23 de março."

Outra instituição particular que suspendeu suas atividades foi a ESPM. As aulas serão retomadas no dia 23 de março. As aulas serão transmitidas a distância. A FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) suspendeu as aulas do dia 13 de março até a próxima terça-feira (17). A Faculdade Cásper Líbero também anunciou a suspensão das aulas até o dia 20 deste mês. 

Leia mais: Mais dois colégios em São Paulo anunciam casos de coronavírus

Mesmo com casos confimados a USP (Universidade de São Paulo) e PUC (Pontifícia Universidade Católica) não devem suspender as atividades. Em comunicado, a USP informa que "manterá suas aulas e demais atividades enquanto aguarda a manifestação da Superintendência de Saúde da USP e o Centro de Gestão do Coronavírus no Estado de São Paulo, que vão estabelecer os protocolos necessários à segurança de todos." E a PUC também informa que está "em contato sistemático com a Vigilância Sanitária."

Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Universidade Presbiteriana Mackenzie seguem o calendário de aulas.