Coronavírus: Weintraub diz que escolas poderão ter aulas suspensas

Ministro da Educação usou o Twitter para dizer que o momento não é para pânico, mas no futuro existe a possibilidade de usar medidas emergenciais

Coronavírus: ministro pede um plano para as escolas

Coronavírus: ministro pede um plano para as escolas

Agência Estado

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou o Twitter para pedir que escolas se planejem "para a possibilidade, ainda que futura, de medidas emergenciais" caso a epidemia de coronavírus avance no país.

Leia mais: Coronavírus: não há motivo para população entrar em pânico

Em vídeo, o ministro diz que "confia no ministro Mandetta e no presidente Bolsorano" para conduzir a crise mundial causada pela epidemia de coronavírus. "No caso do Ministério da Educação, nós estamos nos organizando, sempre orientados pelo Ministério da Saúde, para caso venha acontecer qualquer coisa, os danos sejam os menores possíveis."

O ministro sugere que as escolas organizem um plano de aulas remotas para evitar aglomeração e transmissão da doença, confira: