Educação Educação SP entrega mais de 117 mil cadernos para professores

Educação SP entrega mais de 117 mil cadernos para professores

Ação atende 460 cidades do estado de São Paulo e auxilia os docentes no planejamento da educação infantil de bebês e crianças

Cadernos contribuem para o desenvolvimento dos processos cognitivos das crianças

Cadernos contribuem para o desenvolvimento dos processos cognitivos das crianças

Carla Carniel/Reuters - 18.10.2021

A Seduc-SP (Secretaria de Educação do Estado de São Paulo) realizou nesta semana a entrega de mais de 117 mil 'Cadernos do Professor da Educação Infantil' nas redes municipais de ensino. O material deve auxiliar os professores no planejamento de ensino, visando contribuir para o desenvolvimento dos processos cognitivo, físico, social, afetivo, cultural e linguístico de bebês e crianças.

A iniciativa atende 460 cidades do estado de São Paulo, é resultado da parceria entre a Seduc-SP), via Ceiai (Centro de Educação Infantil e Anos Iniciais) da Coped (Coordenadoria Pedagógica) e Undime (Associação Nova Escola e União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação) seccional São Paulo.

De acordo com a Seduc-SP, foram investidos R$ 773,5 mil pelo Estado. No total, foram enviados três títulos, divididos em dois volumes cada: bebês (Volumes 1 e 2), crianças bem pequenas (Volumes 1 e 2), e crianças pequenas (Volumes 1 e 2). São mais de 500 atividades, da creche à pré-escola.

Participaram da produção docentes de diferentes municípios, como Ubatuba, São Carlos, Barretos, Ilhabela, Franco da Rocha e São Paulo, que foram responsáveis por alinhar o conteúdo às premissas do Currículo, tais como o interagir e o brincar, considerando a criança como protagonista do seu processo de desenvolvimento.

Os municípios beneficiados tiveram a opção de confirmar o recebimento do material durante o período de adesão aos convênios do Programa Ler e Escrever, que distribui livros dos componentes língua portuguesa e matemática para anos iniciais. A previsão é que o processo de entrega seja finalizado em novembro.

Últimas