Educação Educação SP expande Programa de Ensino Integral em escolas

Educação SP expande Programa de Ensino Integral em escolas

Anuncio feito pelo governador João Dória (PSDB) indica que mais de 108 escolas estaduais farão parte do PEI em 2022 na capital

  • Educação | Do R7

Seduc-SP expande Programa de Ensino Integral nas escolas estaduais do estado de SP

Seduc-SP expande Programa de Ensino Integral nas escolas estaduais do estado de SP

Rovena Rosa/Agência Brasil - 14.09.2021

Na última sexta-feira (8), o governador de São Paulo, João Dória (PSDB) e o secretário da Educação, Rossieli Soares, anunciaram no Palácio dos Bandeirantes a expansão do PEI (Programa de Ensino Integral) a partir de 2022.

Conduzido pela Seduc-SP (Secretaria da Educação do Estado de São Paulo), o programa irá compor 952 escolas em todo o estado, com mais de 108 unidades na capital paulista.

A Seduc-SP já validou 171 escolas que estão em 103 municípios, dos quais 31 vão ter as primeiras PEI. Este grupo se soma às 781 unidades anunciadas no mês de julho. Atualmente, são 448 mil estudantes atendidos em 1.077 escolas, de 308 cidades, de todas as 91 Diretorias de Ensino.

Com o avanço, a partir do próximo ano letivo, serão 261 escolas do PEI de anos iniciais (1° ao 5°ano), 1563 de anos finais (6° ao 9°ano) e 1570 de ensino médio (que representam 18%, 42,6% e 43% da rede estadual, respectivamente).

Meta

O número de escolas do PEI irá aumentar em quase seis vezes em comparação ao ano de 2018, quando o programa estava presente em 364 unidades escolares. À época, eram ofertadas 115 mil vagas.

Dentro do PNE (Plano Nacional de Educação), a 'Meta 6' – Educação Integral – prevê em seu objetivo que, em 2024, no mínimo 25% dos alunos da Educação Básica sejam atendidos em jornadas de mais de 7 horas. Com as novas PEIs, São Paulo atinge este objetivo, no âmbito de sua rede estadual, já em 2022.

Os investimentos na jornada integral refletem em melhores notas no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) já no primeiro ano de implantação do programa.

As escolas PEI cresceram 1,2 ponto no IDEB 2019, enquanto as regulares, 0,6. Das escolas estaduais de São Paulo, as 33 melhores colocadas no ranking são PEIs; 9 das 10 primeiras colocadas de ensino fundamental, também.

Em agosto de 2020, a Seduc-SP avaliou a percepção de 13 mil professores e 121 mil estudantes da rede pública estadual envolvidos no PEI:

– De 0 a 10, os professores recomendariam 9,1 as escolas em que atuam aos colegas de profissão;
– De 0 a 10, os estudantes recomendariam 8,5 as escolas em que atuam aos colegas;
– 95% dos professores se sentem satisfeitos ou muito satisfeitos em atuar nas escolas.

Últimas