Enem 2018
Educação Enem: grupo exibe cartazes contra ansiedade e inseguranças

Enem: grupo exibe cartazes contra ansiedade e inseguranças

Manifestantes dão apoio aos candidatos que prestam o segundo dia de provas do Enem, realizado neste domingo (11)

Ansiedade

“Algo grandioso acontece quando você tenta de novo” e “Voe o mais alto que você puder” são algumas das frases nos cartazes expostos por manifestantes em frente a Uninove, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo — um dos locais de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

A prova está sendo realizada neste domingo (11) em todo país. 

O propósito do grupo é manifestar contra a ansiedade e o medo do futuro. A idealizadora do projeto, chamado “Manifesto 29”, Naara Saboia, conta que a iniciativa surgiu em 2012, quando era estudante em um cursinho pré-vestibular. Naara brinca que este tipo de projeto "sempre surge de uma problemática pessoal".

“O ambiente de cursinho é muito tenso, tem muita coisa acontecendo no corpo do adolescente e têm decisões muito importantes que ele [o estudante] está sendo pressionado para tomar”, conta. Quando a ideia surgiu, decidiu ir para a porta de locais de prova do Enem e outros vestibulares, onde encontraria diversos tipos de estudantes ansiosos e inseguros com o futuro. 

Estudantes seguram os cartazes do projeto

Estudantes seguram os cartazes do projeto

Edu Garcia/ R7 - 11.11.2018

“A gente quer trazer uma quantidade de pessoas com essas placas, para dar maior impacto de longe. As letras são grandes para isso”, explica. Hoje, o projeto conta com o apoio de outros grupos, como o Colab Alcance, e voluntários. 

O sonho é que o projeto chegue a todo Brasil. "Um [estado] já fez domingo passado e dois estão fazendo hoje, mas a ideia é chegar nos 27 estados", conta Naara. 

Na frente da Uninove, uma estudante chegou atrasada e não conseguiu entrar no local de prova. Uma integrante do grupo foi atrás dela imediatamente, deu um abraço e falou palavras de consolo.

Além do projeto com os cartazes, o grupo realiza o envio de cartas, escritas por professores e voluntários, com o mesmo objetivo: driblar a ansiedade. São textos motivacionais e desenhos.

A reportagem ganhou uma das cartas, que estavam sendo distribuídas na porta do local de prova. Leia: 

R7 - 11.11.2018