Enem: nova data será definida com universidades e Estados

Inep e MEC anunciaram o resultado da enquete em que os participantes do exame escolheram fazer as provas no mês de maio

Enem: MEC anuncia novas datas das provas

Enem: MEC anuncia novas datas das provas

CADU ROLIM/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

As provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) ainda não têm uma data definida, mas estudantes optaram pelo mês de maio conforme anunciou na manhã desta quarta-feira (1º) o  secretário-executivo do MEC (Ministério da Educação), Antonio Paulo Vogel, e o presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Alexandre Lopes.

As novas datas foram escolhidas por 20% pelos candidatos inscritos que participaram de uma enquete online realizada pelo Inep entre os dias 20 e 30 de junho - cerca de 1.100.000 participaram. O MEC deu três opções de datas para os candidatos, que poderiam escolher entre dezembro, janeiro ou maio de 2021.

Pelos estudantes, as provas impressas seriam realizadas nos dias 2 e 9 de maio de 2021 e digital nos dias 16 e 23 de maio de 2021. Sendo realizada em maio, o primeiro semestre seria perdido.

"Os estudantes querem a realização do exame seja em 2021 e isso será levado em conta, mas vamos conversar com os secretários para entender como será o retorno das aulas nos estados para definir uma nova data", explica Alexandre Lopes.

De acordo com Antonio Paulo Vogel, "a nova data será definida após o MEC ouvir entidades ligadas à educação como o Consed (Conselho de Secretários de Educação dos Estados) assim como as entidades do ensino superior."

O presidente do Inep também informa que a nova data será definida após o diálogo com essas entidades e será divulgada em três semanas. "As universidades precisam data do Enem para definir e programar a data de seus vestibulares como ocorre com a USP e Unicamp, por exemplo." 

O edital previa que as provas seriam realizadas em novembro tanto na versão tradicional impressa como no modelo digital, mas o MEC decidiu adiar o Enem por conta da pandemia do novo coronavírus.

Ao todo, 5,8 milhões de estudantes se inscreveram no Enem 2020. Nesta edição, o Inep fará provas em dois formatos: a tradicional em papel e digital — 96.086 candidatos optaram, no momento da inscrição, por fazer as provas em computadores. O MEC pretende aplicar o Enem em um formato 100% online até 2026.

O MEC ainda estuda com o ministério da Saúde como será aplicada a prova com segurança, uma vez que não é possível ter aglomeração por conta da pandemia.

Na coletiva, o MEC também anunciou que a prova do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) será realizada apenas em 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus, mas o cronograma ainda será definido junto às instituições do ensino superior.