Enem 2021

Educação Enem: TCU abre processo para apurar atuação do Inep

Enem: TCU abre processo para apurar atuação do Inep

Tribunal deve investigar se houve algum tipo de interferência na produção da prova e avaliar se o nível de segurança foi adequado

  • Educação | Karla Dunder, do R7

Saulo Cruz/TCU

O TCU (Tribunal de Contas da União) abriu processo para investigar a atuação do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) durante a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O tribunal deve avaliar se houve algum tipo de interferência na condução da prova e se as condições de segurança foram adequadas.

O pedido de investigação foi feito por deputados federais após a demissão em massa no Inep às vésperas da realização do Enem, o exame que é a principal porta de entrada para as universidades brasileiras. Em carta, os funcionários justificaram o pedido de desligamento alegando falta de gestão do presidente do instituto, Danilo Dupas, e assédio moral.

Um dia antes da realização da primeira prova do Enem, no dia 23 de novembro, o ministro Walton Alencar Rodrigues negou medida cautelar proposta por deputados federais que solicitavam o afastamento de Danilo Dupas do comando do Inep após denúncias de interferência no exame. No entanto, o ministro autorizou diligências para a apuração dos fatos relatados pelos deputados.

Agora, o TCU deve avaliar se houve a presença de pessoas estranhas durante a elaboração e revisão da prova e se o exame atende a critérios técnicos e pedagógicos. Também deve analisar se todas as medidas de segurança adotadas na condução do Enem foram adequadas e efetivamente observadas.

Durante esse processo, o Inep deverá prestar esclarecimentos e enviar informações ao TCU.

Últimas