Enem 2021

Enem Inep divulga resultado dos pedidos de uso do nome social no Enem

Inep divulga resultado dos pedidos de uso do nome social no Enem

Candidatos devem conferir a listagem na Página do Participante pelo site do Instituto; Provas ocorrem em 21 e 28 de novembro

  • Enem | Do R7

Inep divulga resultado dos recursos referente ao tratamento por nome social para o Enem 2021

Inep divulga resultado dos recursos referente ao tratamento por nome social para o Enem 2021

Rovena Rosa/Agência Brasil

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou na última quarta-feira (11) os resultados dos recursos referentes ao tratamento por nome social no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021.

Os inscritos devem conferir na Página do Participante no site do Inep por meio do Login Único do portal gov.br. Caso o participante não lembre a senha é possível recuperá-la acessando o sistema do Governo Federal com o número do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas).

Ao todo, 3.109.762 pessoas tiveram as inscrições confirmadas no Enem 2021. O número corresponde ao total de participantes das duas versões do exame (impressa e digital). O Inep registrou 3.040.871 inscritos para a versão em papel. Para a modalidade digital, que teve as 101.100 vagas ofertadas preenchidas durante o período de inscrições, foram confirmados 68.891 participantes. As duas versões serão aplicadas nas mesmas datas: 21 e 28 de novembro. Nesta edição, ambas as versões terão itens de prova iguais e mesmo tema de redação.

Saiba quais são os temas que mais caem na prova de História no Enem

O Enem avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e de iniciativas como o Prouni (Programa Universidade para Todos).

Os resultados individuais do Enem também podem ser usados nos processos seletivos de instituições no exterior como por exemplo nas universidades portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Últimas