Educação Entenda como será a aplicação do Enem Digital

Entenda como será a aplicação do Enem Digital

Projeto piloto será aplicado em 2020 em 15 capitais brasileiras para 50 mil alunos. Em hipótese alguma, candidato fará exame em casa

Enem Digital

Projeto piloto será aplicado em 2020

Projeto piloto será aplicado em 2020

Adriana Toffetti/A7 Press/Folhapress

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será aplicado de forma digital a partir de 2020 em fase piloto e, a partir de 2026, para todos os candidatos

As provas serão realizadas nos mesmos moldes atuais, com a diferença de que as questões serão preenchidas via computador — e não com papel e caneta.

Portanto, em nenhuma hipótese, o exame será aplicado fora dos locais de prova. 

Em 2020, o candidato poderá escolher se quer fazer a prova digital, nos dias 11 e 18 de outubro, ou em papel, em 1 e 8 de novembro de 2020. Haverá também uma terceira data, de reaplicação, em dezembro, para os candidatos que tiverem problemas em qualquer uma das modalidades. 

O preço da inscrição permanece o mesmo para ambas opções.

Haverá a contratação de uma empresa responsável por organizar a logística e infraestrutura da prova. Esta companhia vai precisar encontrar locais equipados com computadores — podem ser instituições de ensino ou qualquer outro espaço que atenda aos critérios do MEC. 

O presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Alexandre Lopes, diz que o MEC não vai comprar computadores para a realização do exame. Os locais vão ser disponibilizados mediante a aluguel ou parceria com a instituição que possui a infraestrutura. 

A prova também contará com fiscais preparados para a aplicação da prova. A identificação dos candidatos será feita por meios eletrônicos. 

A quantidade de questões permanece a mesma e a prova de 2019 não terá nenhuma mudança. 

Mudança progressiva

O Enem 2020 terá três datas de aplicação: a digital, a regular e a reaplicação, para os alunos que tenham problemas logísticos e de infraestrutura com a prova digital. A prova será aplicada para 50 mil alunos em 15 capitais brasileiras, sendo elas: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

A prova digital será realizada nos dias 11 e 18 de outubro de 2020 e a convencional, em 1 e 8 de novembro de 2020. A reaplicação acontecerá em dezembro, em papel.

Em 2021, serão realizadas duas aplicações digitais, em datas distintas, agendadas previamente, também opcionais. A edição servirá como aprimoramento do piloto. Permanecem a aplicação regular e a reaplicação em papel.

De 2022 a 2025, o Enem Digital seguirá sendo aprimorado. A previsão do Inep é realizar até quatro aplicações digitais, em datas distintas, com agendamento prévio e ainda opcional para os participantes.