Enem 2020

Educação Espelho da redação do Enem 2020 será divulgado às 18h de hoje

Espelho da redação do Enem 2020 será divulgado às 18h de hoje

Notas dos treineiros também serão divulgadas no mesmo horário; estudantes devem acessar a Página do Participante

  • Educação | Da Agência Brasil

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) disponibilizará o desempenho individual (vistas pedagógicas) na redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020 a partir das 18h desta sexta-feira (28). As notas dos estudantes que fizeram o Enem para fins de autoavaliação, os “treineiros”, também serão disponibilizadas nesse horário.

PL pede isenção no Enem para aluno da rede pública e bolsistas

O participante poderá verificar a pontuação alcançada em cada uma das competências avaliadas. Entre elas estão: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa; compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro de uma estrutura dissertativo-argumentativa em prosa; organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; e elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Correção

O processo de correção das redações do Enem segue os parâmetros estabelecidos pelo Inep. Os textos podem passar por até quatro correções para o cálculo da média final.

Aprovados em 1º lugar na USP e UFMG dão dicas para o Enem

Os profissionais selecionados para a correção atendem a critérios de formação inicial, como graduação em letras e linguística, e continuada, com exigência mínima de mestrado para as funções de supervisores e subcoordenadores. Além disso, é exigida experiência comprovada em coordenação de correção de produção textual em avaliação educacional, exames ou concursos.

Candidatos

Mais de 5,5 milhões de candidatos se inscreveram para o Enem 2020, realizado em janeiro deste ano. A abstenção, entretanto, foi alta, chegando a 55,3% no segundo dia de prova.

Com a nota do Enem, o estudante pode ser selecionado a uma vaga de graduação em universidades federais ou institutos federais de ensino por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) cujas inscrições começam em 6 de agosto.

Últimas