Estudantes de São Paulo retomam atividades na próxima semana

Escolas da rede pública estadual retornam com aulas via aplicativo ou pela televisão. Professores recebem treinamento entre hoje e sexta

Estudantes devem retomar aulas em casa

Estudantes devem retomar aulas em casa

Arquivo/Agência Brasil

Professores da rede estadual de São Paulo voltam nesta quinta-feira (22) às atividades. Após um mês de férias antecipadas por conta do isolamento para o combate ao novo coronavírus, as aulas serão retomadas na próxima segunda-feira (27), quando os 3,5 milhões de estudantes acompanharão aulas online ou pela TV.

Leia mais: Alunos de SP receberão kits para aulas durante a quarentena

A Secretaria de Estado da Educação teve um mês para preparar o material e até sexta-feira desta semana os professores terão treinamento para usar aplicativo, enviar e corrigir as atividades e saber como tirar dúvidas dos alunos.

O material está disponível em aplicativo e os dados não serão cobrados dos alunos, nem dos professores. "Os estudantes poderão acompanhar as aulas e também terão condições de interagir com os seus professores para tirar dúvidas e realizar atividades", explica Henrique Pimentel Filho, subsecretário de Articulação da Secretaria de Educação.

Leia mais: Alunos da rede estadual de São Paulo terão aulas a distância

As aulas também serão transmitidas pela TV Cultura, que disponibilizará dois canais para que os estudantes que não têm acesso à internet possam acompanhar. A desvantagem é que esses alunos não poderão interagir com seus professores, mas terão, segundo Pimentel Filho, canais para tirar as suas dúvidas.

"Os professores estão recebendo treinamento para saber utilizar o centro de mídias e questões práticas do dia a dia como marcar presença e corrigir atividades, nesta semana", explica.  Uma sala dos professores virtual será disponibilizada no aplicativo para que haja interação entre os profissionais.

"Nesse período de isolamento por conta do coronavírus, pretendemos cumprir as carga horária para que possamos concluir o ano letivo em 2020, não queremos prolongar para janeiro do ano que vem", avalia. "Por essa razão, também já estamos nos preparando para o retorno das aulas, preparando avaliações e material para reforço e recuperação."

A proposta para o retorno é que todos os estudantes façam uma avaliação para diagnosticar o conteúdo que foi fixado e o que precisa ser retomado. "Os estudantes terão aulas no contraturno com apostilas e talvez tenhamos de usar sábados e até feriados para compensar as possíveis perdas deste período."

Alguns pontos ainda não foram definidos. Avaliações mensais e bimestrais e até mesmo o Saresp (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) estão sendo avaliados. "Estamos alinhando com diretores de ensino como serão realizadas essas avaliações e também não sabemos se será possível realizar as provas do Saresp neste ano, esses pontos ainda não estão fechados."

Para motivar os alunos, a Secretaria tem um projeto para falar sobre projeto de vida. "Vamos continuar e precisamos retomar o dia a dia, ter perspectivas de futuro e isso só vem com a educação", conclui.