Game famoso é usado em atividade escolar para alunos em quarentena

Sesi usa versão do Minecraft focada em atividades educativas para atrair estudantes mais novos e tornar atividades remotas mais divertidas

Minecraft tem sido usado em sala de aula

Minecraft tem sido usado em sala de aula

Microsoft/Divulgação

Para transformar as aulas online em um momento mais divertido para os alunos que estão em casa por conta do isolamento social para combater o coronavírus, o Sesi decidiu usar a criatividade e levar o famoso game Minecraft para os estudantes.

A proposta é despertar o interesse dos alunos pelas atividades. "Eles usam várias ferramentas para as aulas online e offline, mas que não são tão atrativas como o jogo que já é de domínio dessa geração", explica a Especialista em Desenvolvimento Industrial da Unidade de Educação do Sesi, Perla Amorim. 

Leia mais: Alunos da rede estadual retomam aulas nesta segunda-feira

No Minecraft, os jogadores criam mundos virtuais próprios, para isso, eles usam o gráfico de blocos. 

Os estudantes têm acesso a uma edição especial voltada para a educação. Segundo Perla, o jogo "já estava sendo utilizado na escola, o custo da licença é alto para disponibilizar para todo os alunos em casa, para isso, tivemos a parceira com a Microsoft para oferecer esse recurso para os alunos em casa."

Leia mais: Aula online conta para a conclusão do ano letivo, define Conselho

E não é só o jogo pelo jogo. Foi lançado um desafio para que os meninos e as meninas criem dois mundos: um com coronavírus e outro pós-pandemia. Eles também precisam recriar a estrutura do vírus. "Para isso, tem um trabalho de pesquisa que deverá ser feito, como avaliar a rotina de sua comunidade nesse período de isolamento, o comportamento e pensar como será tudo isso no futuro."