Enem 2019
Educação Inep informa que calendário do Enem será mantido

Inep informa que calendário do Enem será mantido

Estudantes e especialistas estavam preocupados com uma possível mudança de datas após anúncio de falência da gráfica RR Donnelley

Inep procura alternativas para imprimir caderno de questões do Enem

Cadernos do Enem impressos pela RR Donnelley

Cadernos do Enem impressos pela RR Donnelley

Ananda Migliano/Ofotográfico/Folhapress - 11.11.2018

Por meio de um comunicado oficial, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou nesta terça-feira (2) que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deve transcorrrer normalmente, apesar da gráfica que imprime as provas ter pedido falência.

O Inep informa que o cronograma está mantido, com as provas marcadas para 3 e 10 de novembro, conforme prevê o Edital.

Em relação à falência da gráfica contratada para a diagramação e impressão dos cadernos de prova da edição deste ano do Enem, "existem alternativas seguras sendo avaliadas". No entanto, na nota, o Instituto não esclarece quais são elas.

"O Inep reforça ainda que está aberto, até 10 de abril, o período para pedido de isenção da taxa de inscrição no Enem 2019 e justificativa de ausência na edição anterior. As inscrições para o exame acontecem entre 6 e 17 de maio."

Gráfica:

A gráfica RR Donnelley, responsável pela impressão das provas do Enem, decretou falência nesta segunda-feira, dia 1º, causando preocupação em especialistas e estudantes que temiam problemas com o cronograma da prova deste ano.

Os funcionários  também foram pegos de surpresa com a medida. A companhia informou que vai liberar os documentos dos empregados para que possam requerer o saldo do FGTS e o seguro-desemprego. Mesmo assim, eles fizeram uma manifestação nesta manhã em frente a gráfica.

Arte R7