Novo Coronavírus

Educação Mais de mil cientistas se unem para ajudar mulheres na pandemia 

Mais de mil cientistas se unem para ajudar mulheres na pandemia 

Grupo busca soluções com entidades e com o governo para melhorar a vida de pessoas em situação de vulnerabilidade social

  • Educação | Do R7

Dylan Martinez/Reuters -12.3.2021

Mais de mil mulheres cientistas brasileiras decidiram se unir e formar a Rede Brasileira de Mulheres Cientistas em defesa das mulheres na pandemia. Na próxima sexta-feira (23), às 17h30, será realizado um webnário de lançamento no canal do youtube. 

A proposta da rede é atuar em defesa das mulheres, principalmente aquelas que vivem em situação de vulnerabilidade social, neste momento de pandemia. As cientistas pretendem atuar em três frentes: no debate publico envolvendo entidades como o Ministério Público; em parceria com os gestores públicos e compartilhando iniciativas positivas de comunidades como Paraisópolis e Complexo do Alemão.

De acordo com informações do Jornal da USP, "a rede visa a atuar nos campos da saúde, violência, educação, assistência social, segurança alimentar, trabalho e emprego, moradia e mobilidade. Dentro de cada uma dessas áreas, as cientistas estão mapeando as frentes em que cada uma pode atuar para identificar a granularidade que a rede terá em todo o Brasil. A intenção é organizar por Estados e municípios."

Últimas