Novo Coronavírus

Educação Manifestantes organizam carreata nacional pelo retorno às aulas

Manifestantes organizam carreata nacional pelo retorno às aulas

Movimento conta com pais, médicos, professores e representantes de escolas particulares. Ato ocorre neste domingo (16)

Ato deve contar com a participação de professores pais e médicos de 27 cidades

Ato deve contar com a participação de professores pais e médicos de 27 cidades

Tata Benedicto/Estadão Conteúdo

Pais, médicos, professores e representantes das escolas privadas organizam uma carreata nacional, no próximo domingo (16), a favor do retorno às aulas presenciais em fevereiro. Organizadores de 27 cidades já confirmaram participação na manifestação. Em São Paulo, a concentração ocorrerá a partir das 9h, na praça Charles Miller.

Segundo os organizadores, o movimento defende que a educação tem que ser tratada como serviço essencial, que as crianças raramente transmitem a covid-19 e que os impactos psicológicos dos estudantes podem ser graves.

Entretanto, o APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) ameaça que a categoria entrará em greve caso a volta às aulas aconteça em fevereiro. O sindicato ainda defende que os professores sejam considerados grupo prioritário para a vacinação.

Últimas