Enem 2020

R7 Ensina Defensoria recomenda adiamento do Enem no RJ por conta de covid

Defensoria recomenda adiamento do Enem no RJ por conta de covid

Órgão enviou ofício ao governo do Estado afirmando que pedido tem por objetivo evitar transmissão da doença entre os candidatos

  • R7 Ensina | Ricardo Pedro Cruz, do R7

Órgão federal recomenda o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio no Rio de Janeiro

Órgão federal recomenda o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio no Rio de Janeiro

Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo

A DPU (Defensoria Pública da União) recomendou nesta quinta-feira (14) o adiamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), programa para começar no domingo (17), no Rio de Janeiro. Em ofício encaminhado ao governador em exercício, Cláudio Castro e ao prefeito, Eduardo Paes, o órgão afirma que o pedido tem por objetivo "evitar aglomerações e a disseminação do novo coronavírus entre estudantes e profissionais envolvidos na aplicação das provas. 

"Diante da grave situação em que se encontra o estado do Rio de Janeiro, e com o crescente número de contaminações e óbitos por covid-19 e a sobrecarga do sistema de saúde pública, a DPU (Defensoria Pública da União) no Rio de Janeiro enviou recomendação para que seja adiada a aplicação das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em todo o estado", diz um dos trechos da nota oficial enviada à imprensa. 

No documento, assinado pelos defensores regionais de Direitos Humanos Shelley Duarte Maia e Thales Arcoverde Treiger, o DPU ressalta que o atual calendário do exame, programado para os dias 17 e 24 de janeiro, coincide com período de pico de casos da doença sistêmica no Rio.

De acordo com o BE (Boletim Epidemiológico) divulgado no dia 7 de janeiro, a taxa de letalidade na capital fluminense está em 8,9% —porcentagem de óbitos entre os indivíduos contaminados. Já o Estado, de acordo com o Ministério da Saúde, acumula 469.437 casos confirmados e 27.241 mortes por covid-19 desde o início da crise sanitária. 

Últimas