Enem 2020

R7 Ensina Enem: apenas 43% dos inscritos consultaram locais de prova digital

Enem: apenas 43% dos inscritos consultaram locais de prova digital

Inep somou, até às 10h, 41.689 consultas ao cartão de confirmação. Provas serão aplicadas nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro

  • R7 Ensina | Do R7

As provas do Enem Digital serão aplicadas nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro

As provas do Enem Digital serão aplicadas nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro

Marcello Casal JrAgência Brasil

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou nesta quarta-feira (20) que, até às 10h, 41.689 inscritos na versão digital do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) consultaram os locais de prova. O número corresponde a apenas 43% dos 96.086 participantes do exame. As provas serão aplicadas nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

"Para acessar a Página do Participante, o inscrito deve, obrigatoriamente, cadastrar-se no portal do Governo Federal, no endereço eletrônico acesso.gov.br. O procedimento faz parte do processo de unificação de todos os serviços digitais dos órgãos públicos, alinhado ao Plano de Transformação Digital do Governo Federal. Com isso, é necessário se cadastrar somente uma vez para ter acesso liberado a todos os serviços", explica o órgão em nota encaminhada à imprensa. 

O cartão de confirmação traz informações sobre o local de prova, dados pessoais do candidato, se precisa de atendimento especializado e qual o idioma escolhido para fazer a prova. Não é obrigatório levar o cartão de confirmação impresso, mas o Inep recomenda que os estudantes levem.

As provas serão aplicadas nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Por uma questão de segurança, os estudantes farão a prova em um local indicado pelo Inep, não no computador de casa, por exemplo. Eles também não terão acesso a programas e internet

Abstenção recorde no primeiro dia de Enem Impresso

De acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, no domingo (17), o índice de abstenção no primeiro dia Enem ficou em 51,5% —maior da história. O recorde até então havia sido em 2009, quando 37,7% dos inscritos não realizaram as provas.

"Em relação aos inscritos para o Enem impresso, eram 5.523.029 participantes. Lembrando que nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, 96 mil pessoas farão pela primeria vez o Enem Digital. Mas, no Enem impresso foram 5.523.029 inscritos confirmados, com 2.680.697 que participaram do primeiro dia de aplicação do Enem 2020. Ausentes foram 2.442.332, representando 51,5%. Lembrando que esses dados são preliminare", explicou o presidente do Inep.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, durante coletiva que apresentou balanço detalhado do Exame, atribuiu ao medo de ser infectado pelo novo coronavírus e o "trabalho contra" de parte da imprensa a responsabilidade pelo baixo comparecimento nesta edição.

"Nós tínhamos algo em torno 5,7 milhões de candidatos inscritos. Nesse ano, nós tivemos um número maior de abstenções, parte pela dureza da questão do medo de contaminação e em parte por um trabalho de mídia contrário ao Enem muito grande.

Últimas