Educação SP contratará 20 mil pais de alunos para atuar nas escolas estaduais

SP contratará 20 mil pais de alunos para atuar nas escolas estaduais

Projeto "Bolsa do Povo" irá unificar e ampliar programas de renda; vagas terão carga de 4 horas e pagarão até R$ 500 por mês

  • Educação | Do R7

SP vai contratar 20 mil pais para atuar na rede estadual de ensino

SP vai contratar 20 mil pais para atuar na rede estadual de ensino

PETER LEONE/A7 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 07.04.21

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (7), a contratação de 20 mil pais e mães para trabalhar na rede estadual de ensino com remuneração de R$ 500,00 por mês, em jornadas de até quatro horas diárias. O governo oferecerá capacitação aos contratados, que ajudarão na administração das escolas. 

"Vamos contratar 20 mil pais e mães de alunos de escolas públicas de São Paulo para trabalharem nas escolas onde estudam os seus filhos e [vamos] ampliar os beneficiados e os valores pagos nos programas sociais que já existem em São Paulo. Todos os programas serão unificados no 'Bolsa do Povo'", afirmou o governador João Doria (PSDB).

A inciativa faz parte um projeto chamado de "Bolsa do Povo" que irá unificar e ampliar programas que já oferecerem renda para os paulistas. O investimento será de R$ 1 bilhão ainda em 2021.

No entanto, o Bolsa do Povo que, segundo o governo, será o maior porgrama de assitência social e transferência de renda a história do estado, ainda precisa da aprovação de um crédito suplementar na Assembleia Legistativa de São Paulo. 

O programa prevê a liberação de recursos em sete eixos programáticos que vão da assistência social via transferência direta de renda, como a ampliação do programa Renda Cidadã, por exemplo, até incentivos para atletas, como o Bolsa Talento Esportivo. 

Últimas