Enem 2020

Educação Termina prazo para instituições de ensino superior aderirem ao Sisu

Termina prazo para instituições de ensino superior aderirem ao Sisu

Processo seletivo do programa, para vagas em cursos de graduação, usa as notas do Enem como critério de classificação

Prazo para retificação do termo de adesão vai até 5 de junho

Prazo para retificação do termo de adesão vai até 5 de junho

Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Termina hoje (29) o prazo para instituições de ensino superior públicas e gratuitas aderirem ao Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para o segundo semestre de 2020. O prazo para retificação do termo de adesão será de 1º a 5 de junho. 

O processo seletivo do programa, para vagas em cursos de graduação, usa as notas do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) como critério de classificação.

Confira: Projeto estabelece estratégia nacional para retorno às aulas

Os estudantes interessados em concorrer a uma vaga em uma universidade ou instituto público poderão consultar os cursos e o número de vagas que serão disponibilizados por cada instituição participante. Os interessados poderão fazer as inscrições para o Sisu 2020 entre os dias 16 e 19 de junho.

A partir do próximo semestre, o Sisu passará também a permitir a oferta de vagas na modalidade de EaD (ensino a distância).

O Sisu é o programa do Ministério da Educação para acesso de brasileiros a um curso de graduação em universidades públicas do país. As vagas são abertas semestralmente, por meio de um sistema informatizado, e para participar é preciso ter garantido um bom desempenho nas provas do Enem e não ter zerado a redação.

Leia também: Alcolumbre prorroga validade da MP que flexibiliza ano letivo

Para acesso de estudantes ao ensino superior, o governo oferece ainda bolsas de estudo em instituições privadas, por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos), e a opção de financiamento com taxas reduzidas pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). As inscrições para os dois programas vão de 23 a 26 de junho e de 30 de junho a 3 de julho, respectivamente.

Últimas