Eleições 2014 Aécio Neves declara que PSDB vai vencer as eleições, mas não se assume candidato

Aécio Neves declara que PSDB vai vencer as eleições, mas não se assume candidato

Senador tucano confirma, no entanto, sua candidatura à presidência do partido

Aécio Neves declara que PSDB vai vencer as eleições, mas não se assume candidato

Aécio Neves ainda desconversa sobre sua candidatura ao Planalto

Aécio Neves ainda desconversa sobre sua candidatura ao Planalto

Delamonica/04.04.2013/Estadão Conteúdo

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi enfático ao declarar, nesta quinta-feira (11), que acredita na vitória do PSDB nas eleições presidenciais de 2014. No entanto, ainda desconversa quando questionado se ele será o candidato do partido.  

Durante seu discurso na abertura da Conferência Política Nacional do PPS (Partido Popular Socialista), realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília, ele foi claro ao firmar aliança com o PPS para a corrida de 2014.  

— Nós vamos disputar e vamos vencer essas eleições. E tenho certeza de que vamos vencer ao lado do PPS.  

Leia mais notícias de Brasil e Política

Aécio crava: "PSDB não está no divã. Somos oposição"

Quando questionado se ele será o candidato à presidência da República, porém, Aécio Neves se restringiu a dizer que os nomes surgirão naturalmente no ano que vem.  

— Em 2014 as candidaturas devem surgir, não é hora ainda. Não há a necessidade de termos nome. Essa é a parte mais fácil da equação. O que nós temos que construir é o discurso.  

Aécio Neves é o nome mais forte dentro do PSDB para disputar as eleições de 2014. No entanto, há uma corrente contrária no partido que ainda defende a candidatura de José Serra, derrotado em 2010.  

Sem consenso, o partido ainda não lançou um nome, mas a divergência é clara entre os dois nomes. José Serra também foi convidado para participar da abertura da conferência do PPS, mas não compareceu.  

Presidência do PSDB

Pela primeira vez, o senador assumiu em público a candidatura à presidência do PSDB. Segundo o tucano, ele foi convocado pelas bancadas federal e do Senado e pelos diretórios regionais de todos os Estados, "sem exceção".   

A expectativa é de que, a partir do mês que vem, Aécio Neves assuma a cadeira, no lugar do atual presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE).  

— Meu nome estará a disposição do partido para presidi-lo a partir de maio. E eu quero, a partir deste momento, estimular e aprofundar a relação com os partidos de oposição.  

Nos bastidores, a informação é de que Aécio na presidência do partido é o primeiro passo para sua candidatura nas eleições de 2014.  

    Access log